All Black: primeira composição?

Guilherme: Na verdade o Valmor foi impreciso quanto à primeira composição da URSO: o cara já tinha na mão uma que resultou de suas pesquisas sobre Pain of Salvation (não por acaso intitulada “A Dor da Salvação”).

Pois quando estivemos de acordo sobre em que termos dariamos vida à URSO (i. é, afinação Dropped-C, duas Fender Stratocasters, riffs e melodias, fundamentalmente isso), me pus a gravar algumas ideias. Mandei um punhado delas para o Valmor e o cara se fixou numa, que chamei de “All Black”.

Há poucas semanas antes havíamos trocado uma ideia sobre um disco clássico do King Crimson, “Red”. Fui pesquisar no youtube a música, e mais tarde toquei na guitarra um riff que me parecia do estilo de “Red”. Para minha satisfação, o riff não se parece com a inspiração, mas foi daí tirei o nome da composição, sendo certo que a minha Stratocaster é preta. Uma das lições que aprendi ouvindo Megadeth e Metallica é colar um riff em F# depois de um riff em E. Então, ao riff original (que não é em C) agreguei um riff em D (D-C-C#-E – seria o F# da afinação normal). O Valmor juntou esses riffs e bolou uma linha de bateria, e esse material serviu para o Brenno fazer suas primeiras contribuições.

Na verdade, não sabia bem se ia funcionar, mas no nosso ensaio inaugural foi muito bom ouvir a banda toda entrando logo depois da segunda repetição do riff: foi uma paulada na cabeça (rectius: patada). Evidentemente que a música não ficaria só nesses 2 riffs: assim, incrementamos com momentos mais calmos, nos quais toquei os acordes principais abafando as cordas e nota-por-nota.

Na próxima oportunidade, convém escrever sobre a gravação no “estúdio” caseiro do Valmor.

Valmor: Realmente foi bobeada minha, tinha até esquecido da “Dor da Salvação”. Como o resultado não alcançou as expectativas, acho que até apaguei da memória.

Aqui vai uma mp3 da primeiríssima versão da música (ainda gravada em drop D, não C), só a parte inicial, com Guilherme, Brenno e eu, antes ainda da primeira jam:

E o vídeo da faixa na jam, sendo desdobrada:

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s